A influência do equilibrio emocional nas Artes Marciais e Lutas

Texto publicado por Elaine Ferreira (com a minha colaboração) na Revista Master, especializada em Artes Marciais e Lutas na edicão de Março de 2011.  Veja  PDF – revista master

***

A influência do   equilíbrio     emocional.

Enganam-se “redondamente”  aqueles que acreditam   que   as   artes   marciais, por exigirem um excelente preparo físico, limitam-se ao mero exercício e à simples execuçãodos  golpes. O termo  “psicobioespiritual”, bastante divulgado no meio marcial, conhecido como “a essência da arte e harmonização desta e de seu praticante com o universo”, nada mais é do que uma expressão relacionada   à   psicologia.   Aliás,   uma   das   crenças basilares desta ciência determina que o homem em seu perfeito estado é aquele que consegue absoluta harmonia entre corpo e   mente.

A influência do equilibrio emocional nas Artes Marciais e LutasA própria expressão “psicologia do esporte” demonstra que esta ciência do comportamento é amplamente aplicada aos esportes em geral, e em especial às artes marciais, que   por   sua   própria   tradição   e   natureza   já   transcendem  o   aspecto unicamente físico. A psicologia do esporte tem por objetivo  discutir  e  desenvolver  vários  aspectos  da  vida  do atleta, tais como valores pessoais, motivação e percepções.  A Psicologia do Esporte é tão antiga quanto à psicanálise; seus  primeiros  estudos  tiveram  origem  no  Século  XIX,  porém sua divulgação tomou força no final da década de 60 no mundo, sendo que no Brasil, somente a partir dos anos 80.

 A matéria faz parte da grade curricular de grande parte das faculdades de educação física. Esta área já dispõe também de alguns cursos de pós-graduação em universidades. Uma das grandes pesquisadoras brasileiras sobre o tema é a Dra. Kátia  Rubio, cientista, integrante do corpo docente da Universidade de São Paulo, e autora de vasta obra relacionada aos esportes  de  alto  rendimento,  em  especial  as  competições  olímpicas.  Em sua obra intitulada “O Imaginário da Derrota no Esporte Contemporâneo”,  constata  que  a  derrota  é, erroneamente, considerada   algo   abominável,   a   ser   evitada   a   todo   custo,   e  aos atletas. Este tema, extremamente delicado, chega a atingir patamares preocupantes quando os atletas, mesmo após conquistar posições de destaque e até mesmo subir ao pódio,  não se sentem vitoriosos; ao contrário, sentem-se fracassados por não conquistar a medalha de ouro.  A análise do estudo da Dra. Katia mostra que o esporte, a despeito de todos os seus incontáveis e já bem conhecidos benefícios, pode também revelar aspectos contraditórios.

Quem  poderia  afirmar  que  a  prática  de  atividade  tão  benéfica  quanto  o  esporte  poderia  ocasionar,  por  exemplo,  problemas de auto-estima ao atleta? Daí é fácil constatar a importância da psicologia do esporte, que por tantos anos    permaneceu relegado ao segundo plano,  que o próprio rendimento do atleta pode ser severamente alterado por condições psíquicas desfavoráveis.

Segundo o Dr. Renato Miranda, outro estudioso do assunto,  “a ideia de associar eventuais derrotas ao fracasso gera sentimentos bastante negativos, além de excessiva ansiedade. No entanto, todos nós sabemos que a derrota faz parte de nossas  vidas, afinal, às vezes, mesmo os melhores cometem erros”.

 A  prática  de  esportes,  assim  como  a  maioria  dos aspectos  da   vida   humana,   deve   ser   encarada   como   um   aprendizado  contínuo,  buscando  sempre  a  superação.  As  derrotas   ocupam   uma   posição   muito   importante   neste   aprendizado, portanto é um assunto que deve ser muito trabalhado junto  pois, somente com o reconhecimento destas, com inteligência  e  equilíbrio  emocionais,  é  possível  direcionar  a  experiência transformando-a de negativa em positiva, com a consequente  melhora, tanto na vida quanto no desempenho do atleta.

Por último, é importante salientar que o trabalho do psicólogo do esporte é desenvolvido em conjunto com a equipe, e exige que as atitudes do grupo sejam coerentes com o objetivo traçado.

Abraços.

Até!!!

Gostou? Insira o seu email para receber as atualizações do blog!

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *