Aposentadoria e indenização para ex-jogadores de futebol

O presidente Lula e a Associação dos Campeões Mundiais do Brasil negociam aposentadoria e indenização para os ex-atletas da seleção brasileira de futebol que ganharam Copas do Mundo. O benefício valerá inicialmente aos ex-jogadores de 1958 e se estenderá, posteriormente, a quem atuou nos Mundiais de 1962, 1970, 1994 e 2002.

As cifras a serem pagas aos campeões negociado para cada um gira em torno, no caso da indenização (100 mil reais), e de 3000 reais, para a aposentadoria. A expectativa é que o anúncio da nova medida seja feito pelo governo na próxima semana.

Aposentadoria e indenização para ex-jogadores de futebolReproduzo abaixo trecho de um texto escrito  por Tostão, ex-jogador de futebol, comentarista esportivo  e médico. Foi publicado em vários jornais do Brasil:

“Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época.

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.

É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades.

A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.

Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo. Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria.

Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros.

Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação”

Sabemos que o futebol no Brasil possui uma importância muito significativa para grande parcela da sociedade. Abrir precedente para ex-atletas de futebol e excluir ex-atletas de outros esportes é ridículo não tem cabimento. Sou contra a indenização mas se for para pagar, que dê para todos os ex-atletas campeões mundiais em outros esportes. Por que a exclusão das outras modalidades? Com a vitória da campanha do Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos o governo afirmou que o Brasil se tornará potência olímpica. Por que então monopolizar indenizações só para ex-jogadores de futebol?

Será que o nosso país é socialmente justo o suficiente para conceder tal benefício a uma parcela ínfima de nossa população?

O futebol é o esporte que mais recursos arrecada, a Confederação Brasileira de Futebol possuí vários patricionios de grandes empresas, nacionais e internacionais. Ao invés de dinheiro público a CBF deveria bancar essas indenizações.

Devemos sempre lembrar e reverenciar de alguma maneira nossos atletas e suas carreiras que marcaram a história do esporte.  Preservar a memória dessas pessoas é o maior legado que podemos exercer para homenageá-los.

E vocês o que pensam sobre o assunto?

Abraços.

Até !!!

Gostou? Insira o seu email para receber as atualizações do blog!

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

15 thoughts to “Aposentadoria e indenização para ex-jogadores de futebol”

  1. Se o presidente Lula aprovar essa imoralidade, a lei deverá obrigá-lo a ressarcir os cofres da nação e do INSS com o dinheiro do seu próprio bolso, como fez com o ex-prefeito Paulo Malf no caso das doações dos fuscas aos campeões de 70.
    Outra coisa, o que vão sentir, ao receber os 100 mil mais aposentadoria de 3,5 mil os heróis Pelé, Jairzinho, Gerson, Rivelino, Carlos Alberto da Globo…e depois Ronaldo Fenõmeno, Roberto Carlos, Cafu, Romário, Dunga e outros coitados que não têm onde cair mortos?
    E os que que contribuiram por 30, 35 , 40 anos com o INSS e têm aposentadoria de um salário mínimo, bem longe do 3,5 mil ?

  2. Tostão tem razão. Quando escolhemos nossa profissão temos uma expectativa de sucesso e benefícios no futuro. Para tanto nos preparamos e contribuímos para a Previdência Social. Hoje, nos decepcionamos com a contrapartida do Governo em pagar benefícios aquém do acordado na lei e norma previdenciária. Hoje sou aposentado, mas continuo trabalhando como a maioria dos brasileiros o faz. Se pensarmos bem, temos heróis anônimos que sofrem para pegar o ônibus ou trem lotados para chegar ao trabalho digno. Isso com baixos salários sem precisar da “ajuda” do Governo. Nem se fala daqueles que morreram em acidentes de trabalho despencando de andaimes sem qualquer reconhecimento político e social. Sugiro que os atuais craques deixem de fazer coreografia ou comemorações infantis e tomem a iniciativa em propor melhor idéia para apoiar os heróis ex-campeões mundiais. É preciso respeito para a situação e condição econômica dos verdadeiros heróis brasileiros: a mulher, o operário, o universitário, o médico, o professor, o aposentado que trabalha para completar o orçamento doméstico e todas as demais profissões. Reconheço que temos heróis campeões mundiais que até hoje colaboram para a tradição de nosso futebol como o Sr. Zagallo, se não me engano o que mais contribui para nosso futebol, e outros profissionais dignos que formam ou assessoram a comissão técnica da CBF. Acho que o Governo deve ficar fora disso e deixar a questão de apoio aos ex-campeões mundiais na esfera da CBF.

  3. VERGONHOSO!!

    O art 5º da Constituição Federal é cristalina quando categoricamente afirma que “TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI”.

    Que igualdade é essa? enquanto o cidadão que contribui com o teto máximo para o INSS por anos afio tem ano a ano reduzido sua aposentadoria, vem esse canalha luis inácio, vulgo “lula”, e, agindo como se o dinheiro público fosse seu, quer graciosamente presentear outros tantos canalhas. Digo outros canalhas, pois, se fosse pessoas de bem agiam como TOSTÃO.
    Vamos nos manifestar; comunicar o fato a Ordem dos Advogados do Brasil e propormos, juntos, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade.

    Antônio Souza.

  4. UMA VERGONHA ESTA PROPOSTA DE INDENIZAÇÃO AOS NOSSOS HERÓIS DA SELEÇÃO, POIS ELES FORAM MUITO BEM RECONHECIDOS PELO SEU TRABALHO NO DECORRER DESSES ANOS. QUANTO A QUESTÃO FINANCEIRA O QUE DIZER DE NOSSOS APOSENTADOS, QUE SÃO VERDADEIROS HERÓIS EM VIVER COM VALORES IRRISÓRIOS, DEPOIS DE ANOS DE TRABALHJO.
    SENHORES CONGRESSISTAS, VAMOS TER UM POUCO DE CONSCIÊNCIA.

    SOCIEDADE É HORA DE GRITAR, PARA ESSE ABSURDO NÃO SER APROVADO.

  5. Tem que ganhar aposentadoria mesmo passaram suas vidas alegrando multidões e multidões são verdadeiramentes herois do futebol
    Essa galera esta com inveja é claro porque não aprenderan a jogar futebol ??

  6. se ele presidente não quer dar as reposições queos aposentados que contribuirão com aprevidencia durante 35 anos ou mais,mas dar aposentadoria, pra passou ,correndo a traz de uma bola.ESTE PODE É SÓ QUE FALTA ,nada contra esses ex aatleta ,de o que é de direito para os aposentados ,que vem sendo esplorado por ele presidente, após pode fazer o que quiser,mas antes cumpra com a sua obrigação ,de dignidade aos atuais aposentados ,pos estes CONTRIBUIRÂO PARA A PREVIDENCIA

  7. respeito e consideração pelos nossos heróis brasileiros não podem ser confundidos com
    privilégios,já que temos milhões de brasileiros com doença mental que necessitam de ajuda
    financeira para ter uma vida mais digna e que dia após dia fazem o pedido de aposentadoria que é negado por falta de contribuição. Como poderiam contribuir se são incapazes para o trabalho e mesmo assim precisam de vestuário,remédios,alimentação e outros recursos.
    Eles também respiram!!!!!!!!

  8. Sou de acordo! direitos iguais a uma aposentadoria para todos sem discriminação e sem privilegio. Futebol é momento, o sol nasceu para todos, mas no mundo da bola brilha para poucos, na decada de 60/ 70 futebol era marginalizado quem jogava futebol era considerado vagabundo, hoje futebol virou negocio e um negocio muito lucrativo e os dirigentes de clubes são refens dos empresarios, gostaria de dizer que jogar futebol é uma profissão igual a qualquer outra, contribuimos com inss com fgts agora infelismente alguns clubes do futebol brasileiro descontam no salario do jogador 8% a 11% e não fazem o repasse, por esse motivo o governo federal, criou a lotomania justamente para os clubes quitarem suas dividas, é complicado e polemico é o verdadeiro OPIO do mundo da bola l, mais de 90% dos jogadores brasileiros quando param de jogar futebol não tem uma simples casa para morar, acaba o assedio, conforto, dinheiro, as amizades devido a sua fama e outros fatores q o futebol proporcionou, muito deles não estudaram e a vida é muito dificil principalmente depois dos 40 anos e sem ter uma profissão é muito complicado, na minha opinião acho justo uma aposentadoria para o ex-jogador de futebol, logico respeitando o teto maximo do inss que é de 2.400 para aqueles que contribuiram proporcionalmente por 15 anos com o INSS, não podemos esquecer que ser um jogador de futbol é um sonho da maioria dos brasileiros, um forte abraço e q Deus abençoe todos voces.

  9. Acho tudo isso uma grande sacanagem com os outros jogodores proficionais que não participaram de copas do mundo, conheço em minha cidade ex-jogadores que morreram de fome e nunca tiveram o prazer de ter uma aposentadoria, sera que não estão cometendo uma grande injustiça com os outros proficionais da mesma categoria.

  10. Acho muito justo que isso possa se realizar ,mais espero que essa aposentadoria seja para todos os jogadores que ja encerraram as carreiras e que provem que realmente jogaram por um determinado tempo estipulado pela LEI pois e uma carreira curta e nem todos ganharam o suficiente para poderem viver com dignidade ,e vejo que varios jogadores estao em situacao dificil pelo Brasil afora .

  11. Pelo que arrecada a CBF ela que deveria bancar, pois a vitória em copas só beneficiam a entidade e não o povo brasileiro. Não podemos pagar essa conta, pois eu tenho que trabalhar para me aposentar e a aposentadoria não chega a ser desse montantante. Pior é que hoje a seleção não é basileira, mas empresários e patrocinadores. Os jogadores que vão para a selação são muito bem remunerados e podem programar seu futuro, coisa diferente do assalariado. E pior é que as aposentadorias vão para campeões, discriminando os que foram, lutaram e não conseguiram ganhar nada, como um fatalidade. E imagina a gente ter que pagar aposentadoria a mercenários tipo Ronaldo Gaucho, Ronaldo Gordão etc. Esses recebem milhões e não fazem um trabalho social, mesmo podendo. É uma vergonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *