Entrevista – Diego Paladini

 O post de hoje é sobre exercícios físicos para a saúde. Por isso, entrevistei, Diego Paladini, personal trainer, mestre em Educação Física pela USP e MBA em Marketing pela Uninove. Cansado de ver tanta gente sedentária, resolveu dar dicas sobre como ter mais qualidade de vida na correria do dia a dia no seu blog Saúde na Rotina. Vale a pena conferir suas dicas bem humoradas e muito acessíveis para todos que buscam melhorar a saúde.
A nós psicólogos do esporte vale fazer uma reflexão sobre as praticas de tempo, área ainda sub-explorada e um grande nicho de mercado para nossa atuação.

 “Sempre é possível melhorar a saúde e o corpo. Mas buscar a perfeição só traz aborrecimento, depressão e outros transtornos mais graves. Professor de Educação Física e Psicólogo tem um trabalho em conjunto muito importante para ser feito, pra livrar as pessoas dessas influências e caminhar sempre buscando o equilíbrio.”

Blog: Muitos sedentários alegam falta de disposição para se engajar em exercícios. Como mudar esse tipo de comportamento?

Diego: O que falta às pessoas é abrirem mais a cabeça. Exercícios físicos tem o poder de dar mais disposição. A questão principal é convencer as pessoas a começarem a praticar. Tem gente que se acostuma a ser sedentário e começa a achar que a vida é assim mesmo, cansativa e cheia de doenças e fraquezas. Com um mês de prática regular, já é possível perceber como o corpo responde, tendo mais energia e ficando menos cansado.

Blog: No caso de pessoas com obesidade, como começar? Como vencer a preguiça?

Diego: Disciplina é um fator muito importante. Se você está acima do peso, você vem tomando decisões erradas por um longo tempo. Obviamente isso vai requerer um tempo expressivo para mudar pra melhor. É preciso tomar consciência disso e achar alguma atividade que te dê prazer de praticar (ou pelo menos, que não seja chata a ponto de você desistir). A partir daí, é praticar, praticar e praticar, sem ficar subindo na balança a cada semana. Relaxe e aproveite a viagem, que é um pouco longa, mas o destino é recompensador. Repensar os horários de alimentação, comendo com intervalos curtos (de 3 em 3 horas funciona) é um bom ponto de partida.

Blog: Os treinos de musculação são somente para adquirir força? É possível perder gordura praticando? Musculação auxilia a trabalhar o sistema cardiovascular ?

Diego: Musculação fortalece os músculos, articulações, tendões, ossos e se feita da maneira correta, até aumenta a flexibilidade. Tudo isso é fundamental para ter uma vida saudável. Além disso, musculação, somada a uma alimentação rica em proteínas, pode levar a um aumento da massa muscular. Quanto mais massa muscular temos, mais calorias gastamos em repouso para manter nosso organismo trabalhando. Só traz benefícios. O sistema cardiovascular é melhorado através de treinos aeróbios, como corrida, caminhada, ciclismo e variações que exijam um esforço de magnitude pequena a média por um período prolongado.

Blog: A musculação tem sido indicada para pessoas idosas, quais os benefícios para essa população?

Diego: Ossos e articulações saudáveis são fundamentais para uma população que busca manter níveis adequados de autonomia e independência. A força também é importantíssima para caminhar, sentar, deitar, levantar, fazer compras e carregar sacolas e poder participar de eventos sociais em geral.

Blog: A maioria das pessoas, talvez, não se engajem em atividades esportivas por que há dores, desconfortos e até vergonha de iniciar. Como minimizar esses aspectos?

Diego: Antes de começar a praticar exercícios é importante passar por um médico para ter certeza de você está apto e sem problemas de saúde. Dores e desconfortos são sempre um alerta do organismo sinalizando que algo pode estar errado. O médico é que saberá dizer se isso é ou não impeditivo para a prática de exercício. Vergonha de iniciar é muito comum. Mas é preciso lembrar que todo mundo que pratica hoje, um dia foi um iniciante. E ao mesmo tempo que você vê um monte de gente que já pratica e se sente mal, pode se sentir bem se imaginar que menos de 20% da população brasileira pratica exercícios regularmente. Desse ponto de vista, se você começar hoje, já é mais experiente no assunto do que 80% das pessoas.

Blog: Qual o exercício certo para cada personalidade?

Diego: Muita gente pergunta isso. A melhor resposta que achei até hoje é: não tenha preconceitos com atividade alguma. Não diga “disso eu acho que não vou gostar”. Experimente. Já vi pessoas extremamente extrovertidas que se deram melhor praticando exercícios introspectivos. E vice-versa. Tem gente que só se solta numa aula de bike, ou levantando peso. A dica de novo é: abra a cabeça e experimente coisas novas.

Blog: Pesquisas mostram que crianças que praticam exercícios tem melhor aproveitamento acadêmico do que as que não praticam. Correto?

Diego: Já vi alguns estudos assim. O ser humano tem de ser visto sob todos os aspectos. Ignorar o lado físico por achar que vai privilegiar o intelecto é de uma ignorância tremenda. Crianças que participam de jogos e exercícios tendem a raciocinar mais rápido e, se aproveitam isso, acabam se saindo melhor em algumas disciplinas. Além disso, as atividades esportivas formam novas sinapses, ajudam na irrigação e oxigenação cerebral, dessa maneira auxiliam na saúde mental e até na concentração.

Blog: Do ponto vista psicológico, praticar exercícios é muito mais do que a liberação de substancias hormonais ligadas ao prazer (serotonina, endorfina, etc). Quais outros aspectos psicológicos podem estar envolvidos nas praticas esportivas?

Diego: O maior benefício psicológico de um exercício, do meu ponto de vista, é que ele te motiva a ultrapassar limites. Limites que sua cabeça impõe e as pessoas muitas vezes aceitam. Isso joga a autoestima lá no alto. Você assume mais responsabilidades porque começa a acreditar que realmente dá conta. Pega mais peso. Corre 1km a mais. Você acredita mais em si mesmo e isso ajuda muito a ser feliz, a conquistar objetivos, a ultrapassar obstáculos que antes pareciam intransponíveis. Existem outros benefícios indiretos, por exemplo, se as atividades forem feitas em grupo pode intensificar amizades, agregar valores, criar intimidade, relações saudáveis etc.

Blog: O que classifica uma pessoa como sedentária ? Porque é tão difícil mudar o estilo de vida e aderir a praticas de exercícios?

Diego: Para diminuir o risco de dezenas de doenças relacionadas ao sedentarismo, é preciso 30 minutos de atividade física 4 ou 5 dias na semana. Pode ser uma caminhada leve/moderada. Mas não gosto de me ater a isso. Exercício é pra vida. Se você faz algo só pra não ficar doente, logo você desanima e para. É preciso escolher uma atividade prazerosa e realiza-la disciplinadamente. Sem desculpas do tipo “hoje choveu” ou “estou ocupado essa semana”. Seu exercício deve ser um refúgio, pra onde você corre quando a vida fica chata. Você deve passar o dia esperando pela oportunidade de fazer sua corrida ou fazer seus movimentos da ioga ou do pilates. Quando você encara o exercício como uma recompensa que você se dá após trabalhar tanto, você muda o foco. Ele não é mais uma obrigação. Ele é o seu presente diário.

Blog:   Cada vez mais pessoas estão se tornando obcecadas pela aparência e muitas pode ser enquadradas com o transtorno psiquiátrico, conhecido como “vigorexia”. Quando o exercício vira patologia?

Diego: Ter um psicólogo só traz vantagens. Ter alguém pra conversar sobre você mesmo e buscar entender o porquê de certos comportamentos é extremamente saudável. Toda academia deveria ter um psicólogo responsável por atender os alunos e identificar possíveis casos a serem tratados. A mídia só traz exemplos ruins. Modelo perfeita na capa da revista “photoshopada”, malhadões nos reality shows, pseudoatrizes  com o rostinho bonito e magérrimas em novelas de grande audiência, assim como dançarinas exibidas como pedaços de carne em horário nobre. Sempre é possível melhorar a saúde e o corpo. Mas buscar a perfeição só traz aborrecimento, depressão e outros transtornos mais graves. Professor de Educação Física e Psicólogo tem um trabalho em conjunto muito importante para ser feito, pra livrar as pessoas dessas influências e caminhar sempre buscando o equilíbrio.

***

Curta lá https://www.facebook.com/saudenarotina?fref=ts

Abraços

Até !!!

Gostou? Insira o seu email para receber as atualizações do blog!

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

2 ideias sobre “Entrevista – Diego Paladini

  1. Fatima F.Silva

    Adorei a sua matéria, sei o quanto é importante exercícios físicos para a saúde, e o maior inimigo de não praticar exercícios é a preguiça, eu mesma já iniciei e parei diversas atividades, nem sei quantas, no ano passado por exemplo, iniciei natação e hidro ao mesmo tempo, não dei conta, fiquei só na hidro, este ano iniciei com as aulas de zumba, novidade no bairro, fui apenas na aula de inauguração, adorei as aulas, são ótimas, mas a preguiça…..

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *