Esportes Intelectuais

XadrezCertamente você já ouviu falar sobre Esportes Intelectuais, mas, talvez não se lembre exatamente qual e provavelmente nem saiba que alguns deles estão se tornando febre entre jovens, se profissionalizando a ponto de ter investimentos aos milhões.

Esportes intelectuais, esportes mentais, jogos intelectuais, esportes eletrônicos, a gama é grande. Porém, nem todos são sinônimos ou similares, em comum o aparato cognitivo como elemento principal ao aspecto físico-motor com relação ao desempenho.

Os esportes intelectuais são compostos pelo Pôquer, Games (esportes eletrônicos), Xadrez, a Dama, o Brigde e o Go, esses quatro últimos são subdivididos como esportes da mente, pois fazem parte de uma única Associação, a  IMSA – International Mind Sports Association. O Pôquer também possui uma federação internacional que conta com mais de 100 membros, inclusive, o Brasil.

O eSport (nome dado ao mercado competitivo de games ou esportes eletrônicos) é um fenômeno mundial com cerca de 67 milhões de jogadores ativos, o League of Legends é um dos games mais acompanhados por jovens de diferentes estratos sociais via transmissões ao vivo e na internet. Vem surgindo vertiginosamente equipes especialistas em eSport,  com legião de fãs e seguidores, tornando-se um investimento lucrativo e profissional.

leagueEsse mercado vem abrindo portas para a Psicologia do Esporte, a paIN Gaming (equipe de eSport) recentemente classificada ao campeonato mundial da modalidade conta com a assessoria dos colegas, Eduardo Cillo e José Aníbal.

Os Jogos Intelectuais desenvolvem habilidades como concentração, reflexos rápidos, disciplina, fair play, melhora na abstração, atenção seletiva, capacidade de análise complexa, estratégias, inteligência emocional, entre outras. Seus benefícios podem ser atestados na área de educação e saúde. As diversas modalidades podem funcionar como ferramentas utilizadas por escolas para estimular capacidades cognitivas, como: a memória, a estruturação do pensamento lógico, além de técnicas de cálculo e probabilidades.

Do ponto de vista da saúde mental, segundo a Associação Brasileira de Esportes Intelectuais, “um estudo recente em destaque no The New England Journal of Medicine descobriu que as pessoas com mais de 75 anos que se envolvem em atividades que exercitam o cérebro tal como os esportes da mente são menos propensos a desenvolver demência do que seus pares que não jogam. O Dr. Robert Freidland, o autor do estudo, identificou que o tecido cerebral não utilizado teve a perda de força cerebral assim como o músculo que não se exercita perde a força. “

Os Esportes Intelectuais é mais um nicho de mercado a ser explorado para atuação do psicólogo do esporte, tanto nas equipes de rendimento, quanto na área da psicologia do esporte escolar.

Referencias:

http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-brasil/v/sao-paulo-recebe-evento-de-esportes-eletronicos/4148326/

http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2015/08/1668505-jogadores-de-league-of-legends-vivem-e-treinam-em-casas-de-sao-paulo.shtml

http://m.omelete.uol.com.br/esports/critica/league-of-legends-instabilidade-emocional-foi-um-adversario-maior-do-que-a-pain-no-chile/

http://www.bsop.com.br/legalidade

http://www.lancenet.com.br/minuto/Entidades-criam-associacao-esportes-intelectuais_0_563943737.html

Site Associação Brasileira de Esportes Intelectuais http://abrespi.org/

***
Abraços …
Até!!!

Gostou? Insira o seu email para receber as atualizações do blog!

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

3 thoughts to “Esportes Intelectuais”

  1. Excelente matéria!
    Estou me interessando muito pelo universo da psicologia do esporte e pretendo migrar para essa área a partir de 2016 e realmente o mercado de jogos ganha um numero absurdo de praticantes e cada vez mais profissional. Será mais uma grande oportunidade para nós psicólogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *