Resiliência

Nessa semana de tragédias ocorridas após as chuvas no Estado do Rio de Janeiro. Motivou-me a escrever sobre Resiliência.

Enquanto “contamos” as novas vítimas de mais essa catástrofe anunciada. Outras permanecem, mas levam com elas suas feridas, suas cicatrizes do corpo e da alma.

O tema Resiliência originalmente se refere à capacidade de um material readquirir sua forma original após submeter-se a uma pressão que lhe deforme.

Assim como o Estresse, o termo resiliência foi incorporado das Ciências Exatas e adaptado a realidade humana. Falar de Resiliência humana é falar da capacidade de pessoas resistirem às adversidades e sair fortalecidas das mesmas.

( Veja video sobre o tema no link ao ladoResilencia )

Esse é um tema estudado pela Sociologia, Psicologia Social, Psicologia Clínica entre outras áreas. O foco principal é sobre a força humana diante de acontecimentos desagradáveis e como a esperança pode auxiliar na evolução diante dessas dificuldades. A resiliência é tão antiga quanto à própria humanidade.

O povo brasileiro em geral é resiliente. Fomos vítimas de diversas tragédias sociais ao longo de nossa História e de políticos inescrupulosos. Mas de alguma maneira resistimos, como diz Paulo Vanzolini “Reconhece a queda e não desanima. Levanta sacode a poeira e dá a volta por cima”.

 
Resiliência no Esporte.


Resilência também é um tema que vêm sendo tratado pela Psicologia do  Esporte.

O estudo da resiliência na psicologia do esporte está relacionado principalmente, com a capacidade de atletas se recuperação de lesões graves e voltarem a ser referência como foram antes de suas contusões.

Ronaldo e Lance Armstrong (só para citar esses dois) são exemplos de atletas resilientes. Ronaldo sofreu três contusões sérias em seus joelhos, lesões que poderiam impossibilitá-lo ao retorno no futebol. Em 2002 depois de seguidas contusões, Ronaldo superou as adversidades e foi campeão da Copa do Mundo sendo o destaque da Seleção Brasileira. Em 2009, retornou novamente após grande período de recuperação e superou as expectativas jogando no Corinthians.

Lance Armstrong por sua vez, voltou ao ciclismo após recuperar-se de um câncer no cérebro e nos testículos e foi Campeão do Tour de France (o principal campeonato de ciclismo) por 5 vezes consecutivas. Tornando-se uma lenda do esporte e um dos maiores exemplos de superação.

O esporte nos proporciona muitos exemplos de Resiliência. Todo atleta que compete em alto nível é de certa maneira um resiliente, pois as demandas do esporte levam à busca e superação de limites humanos.

Abraços.

Até !!!

Gostou? Insira o seu email para receber as atualizações do blog!

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

1 pensou em “Resiliência

  1. Pingback: Tweets that mention Resiliência. | Psicologia no Esporte -- Topsy.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *