Arquivo da tag: Psicologia geral

Onipotência

O texto de hoje é uma pequena reflexão sobre os limites da atuação do psicólogo do esporte diante do sucesso de uma equipe esportiva e a prevenção de comportamentos. Fico incomodado com a postura de alguns colegas que disseminam o pensamento de que a Psicologia resolve tudo, é a salvação da sociedade, esse tipo de conduta também acontece frequentemente na Psicologia do Esporte. Temos nossas limitações como qualquer outra ciência. Nosso papel tem limites, não é porque uma determinada Read more [...]

Motivação

O que a motivação tem haver com as nossas conhecidas promessas e resoluções de ano novo? Emagrecer, parar de fumar, casar, ter filhos, comprar um imóvel, mudar de emprego, melhorar as relações pessoais? Expectativas muito comum nas nossas intenções para o ano que ainda se inicia. Todos esses desejos necessitam de alguma motivação. Pensar, ruminar as idéias não é motivação, é vontade, motivação envolve ações e consequentemente mudanças para buscar algum objetivo em médio e Read more [...]

O medo no esporte

O medo, assim como outras emoções primárias, está inscrito no código genético de muitos seres vivos é um legado evolutivo vital. Sua função é “avisar” o organismo dos perigos eminentes. Em geral, o medo é benéfico e saudável, somente quando é excessivo (em casos patológicos de pânico ou fobias) pode ser tornar um transtorno psicológico.  Por outro lado, uma pessoa totalmente destemida provavelmente não teria vida longa: atravessaria uma avenida movimentada no sinal vermelho Read more [...]

Ex- ginasta abre seu coração

O post de hoje é diferente, um pouco mais longo do que costumo compartilhar. Quem o  escreveu foi a ex-atleta, Isabella Cêpa, ela conta um pouco da sua trajetória no esporte. Isabella é leitora do blog, têm 18 anos, entrou em contato comigo, trocamos algumas mensagens e prôpus a ela que escrevesse um pouco. Confira!!! Vale ressaltar a importância do trabalho do psicólogo do esporte nas categorias de base, talvez a nossa principal função no esporte de rendimento é justamente trabalhar Read more [...]

Brincando de terapeuta

O blog recorre novamente ao texto da colega e educadora Rosely Sayão, publicado dia 27/09/2011 no Caderno Folha Equilíbrio do Jornal Folha de S.Paulo. Acredito que os conselhos da autora servem a todos os "PSI", psicólogos (independentemente da corrente  teórica), psiquiatras, psicanalistas e psicopedagogos. Bom senso nunca é demais.  *** Brincando de terapeuta A criançada está com a saúde mental comprometida, apresentando muitos sintomas, doente. Essa é a conclusão a que chegamos Read more [...]